Sindilojas RioTelefone
   
 
Novidades
Busque no site
 
 
CapaSindilojas RioCentral do AssociadoServiçosConvêniosInformaçõesRevistaImprensaContato
Capa
 
Informações      
Mural
Notícias
Perguntas Frequentes
Downloads
Links Úteis
 
09/03/2018
Comércio do Rio vendeu -3,7% em janeiro
 

O comércio lojista da Cidade do Rio de Janeiro vendeu menos 3,7% em janeiro, em relação ao mesmo mês de 2017, de acordo com a pesquisa Termômetro de Vendas divulgada mensalmente pelo Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDLRio), que abrange cerca de 750 estabelecimentos comerciais da Cidade. No acumulado dos últimos 12 meses (fevereiro de 2017 a janeiro de 2018) as vendas também registraram queda de 5,2%.

- Normalmente janeiro é um mês fraco em termos de vendas. É o início das férias, quando muita gente viaja, imprensado entre o Natal e o Carnaval. E nem mesmo as ações promovidas pelo comércio, como promoções e liquidações foram suficientes para aumentar as vendas - explica Aldo Gonçalves, presidente do SindilojasRio e do CDLRio.

A pesquisa também mostra que apenas o setor de móveis, que registrou aumento de 0,5%, apresentou resultado positivo. No ramo mole (bens não duráveis) as maiores quedas no faturamento foram confecções (- 4,3%), tecidos (-1,3%) e calçados (- 0,3%), e no ramo duro (bens duráveis) joias (- 5,2%), óticas (- 4,8%) e eletrodomésticos (- 3,6%). A venda a prazo, com menos 2,6, foi a forma de pagamento preferida pelos consumidores.

Em relação às vendas conforme a localização dos estabelecimentos comerciais, no ramo duro (bens duráveis) as lojas da Zona Sul venderam menos 6,5%, as do Centro menos 4,3% e as da Zona Norte menos 2,5%. No ramo mole (não duráveis), as lojas da Zona Norte venderam menos 6,4%, as da Zona Sul menos 2,5% e as do Centro menos 0,2%.

A pesquisa mostra também que a inadimplência no comércio lojista da Cidade do Rio de Janeiro cresceu 0,4% em janeiro em relação ao mesmo mês do ano passado, de acordo com os registros do Serviço Central de Proteção ao Crédito do CDLRio. Foi o menor índice de inadimplência para o mês desde 2011.

As dívidas quitadas, índice que mostra o número de consumidores que colocaram suas dívidas em dia, diminuíram 0,9% e as consultas, item que indica o movimento do comércio, recuaram 5,7%, também em relação a janeiro de 2017.

Segundo o registro do cadastro do LIG Cheque da entidade, em janeiro, em relação ao mesmo mês de 2017, a inadimplência cresceu 0,7%. As dívidas quitadas e as consultas caíram, respectivamente, 6,4% e 7,1%.

Fonte: Monitor Mercantil
 
 
Voltar
 
Contribuições
Obrigações do Mês
Associe-se
Convênios
 
Revista
 
 
 
         
 
   
Sindilojas Rio
Telefone

Rua da Quitanda, 3 - 10º, 11º e 12º andares
Centro Rio de Janeiro RJ
CEP 20011-030