Sindilojas RioTelefone
   
 
Novidades
Busque no site
 
 
CapaSindilojas RioCentral do AssociadoServiçosConvêniosInformaçõesRevistaImprensaContato
Capa
 
Informações      
Mural
Notícias
Perguntas Frequentes
Downloads
Links Úteis
 
11/05/2018
Comércio eletrônico aumenta o faturamento em 2017
 

Com crescimento de 7,5% no seu faturamento em 2017, o comércio eletrônico totalizou R$ 47 bilhões em vendas pela internet. Os dados são do 37° relatório Webshoppers, estudo produzido pela E-bit - empresa referência no fornecimento de informações sobre e-commerce nacional.

O CEO da E-Bit, Pedro Guasti, e a economista da CNC Catarina Carneiro falaram à TV CNC sobre os resultados e os impactos do e-commerce no varejo em geral. Clique no vídeo acima e assista.
 
 
 
11/05/2018
Procedimento para formalizar termos de abertura das lojas no feriado de 31 de maio
 
O SindilojasRio disponibiliza a emissão dos termos para abertura das lojas no feriado de 31 de maio - Dia de Corpus Christi - na Central do Associado. Não há mais a possibilidade de buscar o formulário na sede da entidade ou nas delegacias de serviços.

O acesso será através da nossa Central do Associado. Para o primeiro acesso, o login e a senha são o CNPJ da empresa (apenas números). Após o primeiro acesso recomenda-se a troca da senha. Caso já tenha acessado a Central, basta entrar com sua senha normalmente. Se a esqueceu, clique em “Esqueceu sua senha?” e receberá em seu e-mail cadastrado o procedimento para alterá-la.

Clique no Menu localizado à esquerda da página Abertura Domingos e Feriados. Insira o número de funcionários que irão trabalhar no feriado e escolha "Sexta-feira Santa". Inclua os dados de cada funcionário que irá trabalhar no dia escolhido: nome completo, CPF, data de nascimento, CTPS e o horário de entrada e saída. Todos esses dados são obrigatórios. Ao final, clique no botão “Imprimir”.

É obrigatória a impressão das cláusulas da convenção coletiva, disponibilizada nesta área, no verso de cada termo.

Com o termo impresso em três vias, o representante da empresa deverá fazer o procedimento habitual: recolher as assinaturas dos funcionários constantes no termo, dirigir-se à sede do SindilojasRio ou a uma de suas delegacias de serviços para homologar (carimbar) o termo. Cumprida as etapas acima, é necessário homologar junto ao Sindicato dos Comerciários.

Os estabelecimentos associados ao SindilojasRio (Ouro e Diamante) que fizerem adesão, estando em dia com as mensalidades sociais, que apresentarem comprovantes do pagamento das CONTRIBUIÇÕES SINDICAL e CONFEDERATIVA 2018 e ASSISTENCIAL/NEGOCIAL de 2017, estarão ISENTAS da taxa devida ao SINDILOJASRIO.
Mais informações pelos telefones 2217-5037 ou 2217-5055.
 
 
 
10/05/2018
Inovação no Varejo - Novos modelos de negócios
 

Este tema foi amplamente discutido nos dias 8 e 9 de maio, durante o MovIN 2018 – Movimento para a Inovação em Comércio e Serviços, promovido pela CNC -Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo e pelo Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, no auditório da CNC em Brasília. O evento apresentou e discutiu as principais tendências, oportunidades, boas práticas e novos conceitos relacionados à inovação para o comércio de bens e serviços na era da economia digital.

Presidente do SindilojasRio e do CDLRio, e diretor da CNC, o empresário Aldo Gonçalves foi o moderador do painel “Tecnologias disruptivas e os novos modelos de negócios de comércio e serviços”, no segundo dia do evento. A mesa contou com a participação de Marcio Milan, da ABRAS, de Vanderlei Kichel, da Sapati e de Paulo Pianez, do Carrefour. Eduardo Yamashita, diretor da G&S Inteligência, foi o palestrante.

Ele afirmou que as empresas de sucesso atualmente ‘estão jogando um jogo diferente’, pois adaptaram ou criaram novos modelos de negócios, estão pensando diferente e sabendo interagir com o consumidor. Ele citou o fechamento de mais de oito mil lojas em 2017 nos EUA, três mil a mais do que no ápice da crise do País em 2008 e que o percentual de visitas às lojas físicas cai ano após ano.

“O varejo tradicional como a gente conhecia está muito pressionado. Esta é uma realidade aqui no Brasil, no EUA e no mundo. Novos entrantes estão dominando o mercado e isso obriga que as empresas se reinventem. Estamos vivendo a revolução do setor, é preciso combinar ideias, juntar modelos de negócios e usar a criatividade”, afirmou Yamashita.

As pessoas estão deixando de ter as coisas para ter acesso, declarou o diretor da G&S, citando exemplos da Netflix, Spotify, Uber e a loja norte-americana RTR, que está alugando roupas com o slogan “Compre menos, use mais” e oferecendo acesso a roupas de marca para pessoas que talvez nunca comprariam.

Por fim, disse que as pessoas que estão entediadas trabalhando no varejo, não estão entendendo as mudanças que estão ocorrendo e que o mesmo vale, aqui no Brasil, para os comerciantes que pensam que quando a crise passar, a situação vai melhorar.
 
 
 
10/05/2018
Câmara aprova texto-base de projeto que altera regras do cadastro positivo
 
(Foto: Alessandra Modzeleski/G1)(Foto: Alessandra Modzeleski/G1) center;">Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (9), por 273 votos a 150, o texto-base do projeto que muda as regras para a inclusão de consumidores no cadastro positivo.
 

(Foto: Alessandra Modzeleski/G1)

Para concluir a análise do projeto, os deputados ainda precisam votar os destaques (propostas que podem alterar o texto original). Essa etapa ficou para a próxima semana. Como foi modificado pelos deputados, depois da votação dos destaques o texto será encaminhado de volta para o Senado, que já havia aprovado a proposta.

A proposta aprovada pelos deputados estende ao cadastro positivo a mesma regra que hoje vale para o negativo: as instituições financeiras podem incluir informações no sistema sem autorização específica dos clientes.

O cadastro positivo existe desde 2011 e é um banco de dados que classifica consumidores com uma espécie de "selo de bom pagador".

Principais pontos do projeto

Entenda abaixo os principais pontos do projeto:

Os bancos de dados podem abrir o cadastro e compartilhar estas informações com outros gestores de informações;
Os consumidores que mantêm os débitos em dia recebem pontuações e têm um histórico de crédito do consumidor;
O consumidor adicionado no cadastro deve ser comunicado da inclusão e dos canais disponíveis para o cancelamento da sua participação no banco de dados. Essa comunicação tem de ser feita em até 30 dias após a abertura do cadastro;
O cancelamento e a reabertura do cadastro somente serão feitas com um pedido do próprio consumidor. Ao receber a solicitação, o gestor do cadastro terá prazo de dois dias úteis para atender à solicitação;
O consumidor poderá acessar as informações do banco de dados – seu histórico e pontuação de crédito; e ainda pedir que informações erradas sejam corrigidas no cadastro em até 10 dias;
O projeto determina que a quebra do sigilo de informações bancárias pode levar à pena de prisão, de um a quatro anos.

Alterações

O projeto estava desde março pronto para votação no plenário da Câmara, mas não avançava por falta de consenso entre os deputados.

Para garantir os votos necessários à aprovação do projeto, o relator, deputado Walter Ihoshi (PSD-SP) fez algumas alterações, entre as quais:

O Banco Central deverá encaminhar ao Congresso Nacional, no prazo de até 24 meses após a vigência, relatório sobre os resultados alcançados com as alterações no cadastro positivo, dando ênfase à ocorrência de redução ou aumento no spread bancário, para fins de reavaliação legislativa;
Os bancos de dados, primários ou que compartilharem as informações, são responsáveis por danos materiais e morais que causarem ao cadastrado nos termos do Código de Defesa do Consumidor;
Os canais disponíveis para o cancelamento devem ser informados de maneira clara e objetiva pelos bancos de dados;
O cancelamento ou a reabertura do cadastro poderá ser solicitada independente da justificativa do consumidor e de maneira gratuita;
Mediante o pedido de cancelamento, seja por meio telefônico, físico ou eletrônico, o gestor do banco de dados deverá atender à solicitação automaticamente;
O consumidor poderá solicitar a informação de todos que consultaram seus dados nos últimos seis meses;
Para composição da nota de crédito, o gestor dos dados não poderá utilizar informações relacionadas à origem social, étnica, à saúde, à informação genética, ao sexo e às convicções políticas ou religiosas;

Divergência

Durante a sessão, deputados favoráveis à proposta alegaram que o cadastro positivo deverá facilitar a abertura de empréstimos e a redução de juros.

"O Brasil está fazendo um debate nesse momento importante para que possamos nos colocar em taxas de juros civilizadas. Nós queremos garantir mais um instrumento que vai reduzir os juros astronômicos, para garantir que o cidadão brasileiro possa ter acesso a um crédito mais barato", afirmou, por exemplo, Betinho Gomes (PSDB-PE).

Fonte: G1

 
 
 
 
09/05/2018
Lojas do Rio podem abrir no feriado de 31 de maio
 
 
O comércio no Rio poderá abrir no feriado de 31 de maio - Dia de Corpus Christi. Os lojistas que quiserem abrir seus estabelecimentos neste dia, deverão aderir à Convenção Coletiva de Trabalho que permite o trabalho nos feriados, firmada pelo SindilojasRio e pelo Sindicato dos Comerciários (SECRJ).

É indispensável o Termo devidamente homologado junto ao SindilojasRio e ao SECRJ, que deverá ser emitido na Central do Associado.

Os estabelecimentos associados ao SindilojasRio (Ouro e Diamante) que fizerem adesão, estando em dia com as mensalidades sociais, que apresentarem comprovantes do pagamento das contribuições Sindical e Confederativa 2018 e Assistencial/Negocial de 2017, estarão isentas da taxa devida ao SindilojasRio. Empresas associadas em dia com as mensalidades e duas das contribuições acima citadas pagarão apenas 50% (cinqüenta por cento) da tabela prevista na cláusula Reposição de Despesas da CCT de Feriados.

Mais informações pelos telefones 2217-5037 ou 2217-5055.
 
 
 
Página: « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 »
 
Contribuições
Obrigações do Mês
Associe-se
Convênios
 
Revista
 
 
 
         
 
   
Sindilojas Rio
Telefone

Rua da Quitanda, 3 - 10º, 11º e 12º andares
Centro Rio de Janeiro RJ
CEP 20011-030