Sindilojas RioTelefone
   
 
Novidades
Busque no site
 
 
CapaSindilojas RioCentral do AssociadoServiçosConvêniosInformaçõesRevistaImprensaContato
Capa
 
Informações      
Mural
Notícias
Perguntas Frequentes
Downloads
Links Úteis
 
14/06/2018
Vendas do varejo avançam 1% em abril, aponta IBGE
 
 As vendas do comércio avançaram 1% em abril, frente a março, segundo dados divulgados pelo IBGE nesta quarta-feira. O resultado veio acima do esperado pelo mercado. Frente a abril de 2017, a alta foi de 0,6%, a décima terceira taxa positiva seguida. Nesta comparação, houve influência negativa pelo fato de a Páscoa ter sido celebrada em março este ano, quando no ano passado foi em abril.

A expectativa em pesquisa da Reuters era de alta de 0,60% na comparação mensal e de avanço de 0,55% sobre um ano antes. No resultado acumulado em doze meses, o crescimento foi de 3,7%. Apenas em 2018, a alta chegou a 3,4%.

As vendas de equipamentos para escritório e combustíveis impulsionaram o setor de varejo em abril para um resultado melhor do que o esperado, embora o impulso no início do segundo trimestre esteja ameaçado devido à paralisação dos caminhoneiros que afetou a economia no fim de maio.

- A alta foi disseminada em todas atividades e de forma geral todo o varejo teve um movimento mais forte. Em alguns segmentos a inflação está mais baixa que a inflação geral, e também temos crédito mais farto e menor endividamento das famílias. Entretanto, a greve dos caminhoneiros vai bater em maio. Certamente haverá influência da greve no mês e a expectativa é que ela atinja todos os segmentos - explicou a gerente da pesquisa, Isabella Nunes.

No segundo trimestre, o cenário para o setor varejista também é de desemprego alto e incertezas eleitorais, ao qual se soma a greve dos caminhoneiros no final de maio que afetou o abastecimento de combustíveis, alimento e outros insumos em todo o país.

Na comparação com março, todas as oito atividades pesquisadas pelo IBGE tiveram alta. As maiores taxas foram em equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (4,8%), combustíveis e lubrificantes (3,4%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (1,5%) e hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (1%)

Já na comparação com abril de 2017 apenas três dos oito setores do varejo acompanhados pelo IBGE tiveram alta. O setor de hipermercados e supermercados e o de outros artigos de uso pessoal e doméstico tiveram estabilidade. A maior influência para a alta de 0,6% do varejo veio do setor de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (10,3%), que é a 12ª taxa positiva e a maior desde setembro de 2014, quando foi de 10,4%.

O IBGE ainda revisou o dado de março para avanço de 1,1% depois de divulgar anteriormente aumento de 0,3%, após incorporar novas informações principalmente sobre hipermercados e equipamentos de informática.



Leia mais: https://oglobo.globo.com/economia/vendas-do-varejo-avancam-1-em-abril-aponta-ibge-22773845#ixzz5IPVvXrq2
stest


 
 
 
14/06/2018
CNC melhora projeção e espera crescimento de 5% para o varejo
 
 A Confederação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) melhorou nesta quarta-feira (13) a projeção para o crescimento do comércio varejista neste ano. A expectativa agora é de aumento de 5%. A previsão anterior era de alta de 4,7%.

Por meio de nota, a entidade informou que o impacto da manifestação dos caminhoneiros deve ser limitado e não deve comprometer o aumento nas vendas esperado para 2018.

“Com a inflação ainda baixa e a queda nas taxas de juros, os impactos negativos decorrentes das paralisações de maio devem ter se limitado ao terceiro bimestre, não devendo comprometer a tendência de alta nas vendas em 2018”, informou a entidade.

Vendas do comércio varejista cresceram 1% em abril, segundo IBGE (Foto: Paulo Sérgio de Oliveira / Sindcomécio) Vendas do comércio varejista cresceram 1% em abril, segundo IBGE (Foto: Paulo Sérgio de Oliveira / Sindcomécio)
Vendas do comércio varejista cresceram 1% em abril, segundo IBGE (Foto: Paulo Sérgio de Oliveira / Sindcomécio)
Nesta quarta-feira, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que as vendas do comércio varejista brasileiro cresceram 1% em abril na comparação com o mês imediatamente anterior.

No comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de veículos, motos, partes e peças e de Material de construção, o volume de vendas subiu 1,3%.
 
 
 
13/06/2018
Estado do Rio decreta ponto facultativo em dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo
 
 O governo do Rio publicou ontem (12), no Diário Oficial, decreto que determina ponto facultativo nas repartições estaduais nos dias 22 e 27. O motivo da decisão é a realização dos jogos do Brasil pela primeira fase da Copa do Mundo da Rússia.

De acordo com o decreto, será ponto facultativo no dia 22 (sexta-feira), dia do jogo entre Brasil e Costa Rica, às 9h, horário de Brasília. Já no dia 27, o expediente será até as 13h. Na data, o Brasil enfrentará a Sérvia, às 15h.

Fonte: Jornal Extra
 
 
 
13/06/2018
Inadimplência no comércio do Rio de Janeiro cresceu 1,2% em maio
 
 A inadimplência no comércio carioca cresceu 1,2% em maio em relação ao mesmo mês do ano passado, de acordo com o Serviço Central de Proteção ao Crédito do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDLRio). As consultas diminuíram 5,3% e as dívidas quitadas aumentaram 1,1%.

De acordo com o presidente do CDLRio, Aldo Gonçalves, estes números mostram que o quadro atual da economia no Rio de Janeiro, com o desemprego e a violência influenciando o comportamento do consumidor, contribuem para afetar seu senso de humor e otimismo e, consequentemente, sua disposição de compra.

“Aliado a tudo isso, o comércio ainda precisa lutar diuturnamente contra a informalidade, que cresce a olhos vistos e aumenta significativamente quando ocorrem eventos de grande porte como é o caso da Copa do Mudo”, avaliou Gonçalves.

No acumulado dos cinco primeiros meses do ano (de janeiro a maio), a inadimplência e as dívidas quitadas cresceram, respectivamente, 0,9% e 0,7% e as consultas caíram 5,9%, em relação ao mesmo período de 2016.

Ao comparar maio com o mês anterior (abril), as consultas, a inadimplência e as dívidas quitadas aumentaram, respectivamente, 1,3%, 4,9% e 1,8%.
 
 
 
12/06/2018
6 dicas para aproveitar melhor os espaços da sua loja
 
 

Maximizar o resultado de vendas em um espaço cada vez mais restrito é uma tarefa que desafia os lojistas. Segundo Claudio D’Avila, consultor do Sindilojas Porto Alegre, é possível aumentar de forma significativa seu resultado por metro quadrado da área de vendas. Para você entender melhor, o especialista em varejo preparou seis dicas. Saiba mais.

Fonte: Sindilojas Porto Alegre
 
 
 
Página: « 5 6 7 8 9 10 11 12 13 »
 
Contribuições
Obrigações do Mês
Associe-se
Convênios
 
Revista
 
 
 
         
 
   
Sindilojas Rio
Telefone

Rua da Quitanda, 3 - 10º, 11º e 12º andares
Centro Rio de Janeiro RJ
CEP 20011-030